terça-feira, 9 de julho de 2013

O problema não é a maria Luís Albuquerque

Não me ouviram. Fizeram mal. Agora, é a prevista agonia. Espero a todo o momento (que o País nos proteja!) um governo de esquerda viabilizado por Arménio Carlos e com o apoio declarado de Manuel Alegre e Mário Soares, preparado para uma avalancha de crescimento e de progresso humano e económico. Não é ironia; é a sensação de não termos nem governo, nem empresários com opinião e independência, nem oposição com sentido da decência, nem talentos respeitados, nem horror à bizarria. Só num país bizarro, com gente bizarra e desprovida de senso comum estas coisas acontecem. Espero que arrumem as gavetas, que guilhotinem os papéis inúteis e que aprendam. Estamos todos a tempo. A Bélgica esteve sem governo durante mais de um ano e continuou a viver demoules e frites, sem falar da cerveja de primeira ordem.

Atentado ao Pudor by Frederico V Gama