segunda-feira, 14 de julho de 2014

Livros


Numa linda edição de 2008, dois jornalistas mostram-nos como os chinas avançam pela África e exploram os seus recursos até mais não poder ser. Aproveitando a inércia ocidental, chegam e fazem negócio. Tudo isto fazendo, naturalmente, parte da sua estratégia de domínio do mundo. Antigamente eram os judeus, hoje são os chineses que querem controlar tudo. O problema é que estes são mais. Se fossem judeus, então, é que já dominavam tudo. E parece que, muitas vezes, nem respeitam os costumes locais, mas as ONG's não se importam muito com isso.

Sem comentários: