sexta-feira, 7 de novembro de 2014

A sociedade solidária que Abril pariu


Crianças maltratadas pelos pais (daí a tal "fome" que as escolas reportam)Pais e mães separados a disputar os filhosViolência de morte entre "casais".
Curiosamente, na última disfuncionalidade, a maioria dos casos mencionados são "companheiras" ou seja relações precárias de vão de escada.
Coisas que os tempos levaram a encarar como uma brincadeira (o casamento é apenas "um papel") e uma brincadeira que está a acabar mal.
Daí a pergunta, perante muitas testemunhas e outra ainda maior que todas elas, para ganhar o "papelito" no altar : "Decerto pensou bem no acto que vai realizar. Diga-me pois ...."

Sem comentários: