segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Um comediante que tenta ser ministro?


«Dentro de António Pires de Lima, acredita-se, há um político sério que se procura libertar. Entretanto, temos um comediante que tenta ser ministro. Nada que admire neste Portugal que oscila entre ser um "reality show" deprimente e uma "stand-up comedy" patrocinada pelo Governo. (...)
Pires de Lima

Sabe-se que um político do século XXI não precisa de dizer coisas importantes. Pode até alterar a história a seu favor, confundindo Michael Phelps com Catherine Deneuve. Mas é isso que torna ainda mais brilhante a prestação de Pires de Lima no Parlamento. Ele conseguiu criar a verdadeira sociedade do espectáculo, que os Situacionistas tentaram em vão impor na França de 1968. Transformou a economia numa "stand-up comedy". Depois disso a análise política séria sobre a economia tornou-se uma piada de café. Em que alguém conta piadas para se rir sozinho.
Pires de Lima abriu as portas de par em par para que gerir a economia em Portugal se torne uma galhofa. No fundo, ele, depois da sua prestação no Parlamento, mostrou que deseja ser aliviado das suas responsabilidades governamentais. Para se dedicar à comédia, a sua vocação há muito reprimida.»

Sem comentários: