sábado, 29 de novembro de 2014

Voz da Russia


No último ano, o total de meios recebido pelo grupo radical Estado Islâmico com restastes por pessoa por eles raptadas situa-se entre 35 e 45 milhões de dólares, afirmam peritos da ONU, que realizam a monitorização pelo cumprimento das sanções em relação às organizações terroristas.
Segundo dados dos especialistas, o número de raptos cometidos pelos radicais com vista a receber resgate continua a aumentar sem parar. Além do Estado Islâmico, outras organizações terroristas recorrem a semelhantes ações, nomeadamente a Al-Qaeda e os movimentos a ela ligados.
Segundo declarou Yotsna Lalji, perito sobre sanções contra os extremistas, numa reunião do comitêDA antiterrorista do CS da ONU, no período entre 2011 e 2013, a Al-Qaeda na Península da Arábia recebeu 20 milhões de dólares em resgate e a Al-Qaeda nos países do Magrebe muçulmano: 75 milhões nos últimos quatro anos. No total, segundo os peritos, no período entre 2004 e 2012, foram pagos resgates aos terroristas da ordem dos 120 milhões de dólares.

Sem comentários: