segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Há algo anatomicamente errado (e exagerado) na estátua de Ronaldo


Estava lá (na Madeira) uma multidão para ver o descerrar do monumento. Residentes e estrangeiros aglomeraram-se nos vários espaços daquela avenida do Funchal, à beira mar, num dia com muito sol, para ver.
Queriam registar o momento com máquinas fotográficas e telemóveis.
E ei-la (a estátua) que se apresentou diante deles. Esculpida em bronze, com 3,40 metros de altura e 800 quilos, a estátua foi executada em 10 dias, no atelier do escultor madeirense Ricardo Veloza, em Vila Nova de Gaia, e ficará na Praça do Mar, perto do porto de cruzeiros da cidade, que é a porta de entrada na ilha para milhares de turistas, na zona para onde se perspectiva que será transferido o museu do jogador.
Antes, na Assembleia Legislativa da Madeira, Ronaldo recebeu a Medalha de Mérito, a mais alta condecoração da Região, numa cerimónia que contou também com a presença das mas altas entidades da região.

Mas voltemos à estátua.

Mostra-nos um Ronaldo "numa posição muito característica do jogador, quando marca livres e fica, com os braços abertos, a olhar para a bola e para a baliza, foi precisamente nessa posição que fiz a estátua", explicou o escultor Veloza.
Mas não foi isso que reparámos. Há uma parte do corpo de Ronaldo que está bem à vista e todos disfarçaram no local em não falar.
A TIME diz que a erecção causou impressão – “It made a big impression”.
“The statue’s overside fold on his shorts, combined with the lighting, created a suggestive illusion (qualquer coisa como haver um alto nos calções que dá a ideia de uma ilusão sugestiva).
O Mirror vai mais longe na sugestão e diz que Ronaldo está mui MUITO contente com a estátua.
O Telegraph diz que há "certos detalhes anatomicamente exagerados".

Sem comentários: