quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Jardim anuncia demissão após 37 anos no poder




Presidente do governo regional quer deixar cargo em janeiro ao novo líder do PSD/M. Candidatos querem eleições antecipadas
Quando Alberto João Jardim chegou, em 1978, a líder do Governo Regional da Madeira o mundo ainda tinha duas Alemanhas, o presidente norte-americano era Jimmy Carter e Portugal vivia o seu primeiro Governo Constitucional. Ontem, o político eleito, por via democrática, há mais tempo no poder em todo o mundo, anunciou a sua saída: Demite-se a 12 de janeiro.
Uma coisa Jardim já sabia: que perdia o trono do partido na ilha (é seu há 40 anos), pois há eleições internas no PSD/Madeira em dezembro. Porém, o seu mandato no governo prolongava-se até outubro de 2015, data em que ocorrem as legislativas regionais.

Sem comentários: