terça-feira, 21 de abril de 2015

Comentários bem mais pertinentes do que opiniões enviezadas sobre as tragédias no Mediterrâneo

Bento Guerra - A visão de quem não está bem informado. O tráfego destes africanos começa na Nigéria ,Somália e Etiópia,ou Egipto.Poucos fogem da guerra,antes da estagnação e pobreza dos seus países. Arranjaram 2 ou 3 mil euros e vêm pelas bordas do deserto até à Líbia,onde se entregam a negreiros ,ou, milícias terroristas.Trazem telemóvel e arranham o inglês.Esta Europa em “crise” é para eles o el-dorado.A hipótese do bloqueio naval,que alguns defendem,não é aceitável pelo Renzi. Diz ele, que seria “oferecer-lhes táxi ,para Itália”Têm de ser travados mais atrás,subornando ou atacando poderes corruptos.Isto é uma GUERRA,que não se pára com sentimentos piedosos.Embora recolher os náufragos seja uma imposição e um dever moral



Rui Ribeiro - Deixamos morrer os “nossos” nas salas de espera das urgências, nas macas em corredores de hospitais, no silêncio da casa de cada um à espera da consulta ou da cirurgia que nunca mais é marcada, porque haveríamos de nos preocupar com os “outros”. Não há dinheiro, não é o que dizem?! Não é o Observador um meio panfletário preferencial para aqueles que assim pensam?!!Que hipocrisia…
Carlos Martins - Os países do Norte bombardearam os países do Norte de África e a Síria para criar as «Primaveras Árabes» e os resultados estão à vista: fascismo islâmico por todo o lado e populações em fuga do caos criado, para a Europa do Sul. O Norte bombardeia, o Sul que tem que «integrar» os islâmicos em fuga (palavras de Guterres). Eis uma «arma de invasão maciça…silenciosa, de islâmicos se dedicaram a afogar uns cristãos pelo caminho…da Europa Cristã..



Bento Guerra - Temos de nos lembrar ,que tudo isto “explodiu”com politica de Obama para a margem Sul do Mediterrâneo,que inclui ainda as convulsões politicas e sociais e finalmente,o aparecimento da “jihad” activa.Vejo todos dias a televisão e alguns jornais italianos.O problema é dramático,mas sobretudo imoral.A travessia à beira do naufrágio,os custos de transporte em África e nos “gomones”,selecciona os mais fortes(potenciais “bons” imigrantes,segundo a opinião de RR).Números acima de 100 mil por ano,que acabam distribuídos por centros de “acolhimento” vergonhosos, espalhados por toda a Itália.Os que obtêm autorização de residência alimentam o mercado de trabalho a qualquer preço.O balanço entre um pragmatismo ideal,que seria o de parar este tráfego logo nas costas líbias e tunisinas,e o “politicamente correcto” e piedosamente advertido, pela gente do Vaticano.A Itália vai aguentando, com modesta contribuição de alguns milhões da Europa.Parece que tornaram este problema “deles”. Lampedusa,onde se dizia:”é preciso que algo mude,para tudo ficar na mesma” e a constante é a curta distância entre as costas. A situação na Síria é muito mais grave.
Luis Martins - O insólito de tudo isto é ver as pessoas a fugir do mais rico continente do mundo, a África que tudo tem!!! Muito mais hoje que as causas urge de facto procurar soluções….Diz um aqui que a culpa é do Obama, eu também poderia dizer como o disse Angelo Correia há muitos anos atrás que o Bush e a sua “fixação” pelo Sadam Hussein e o seu ataque iria destruir o frágil equilíbrio do Iraque, e daquela zona de África….o tempo parece dar-lhe razão e a contenção que por ele Sadam era feita entre as Xiistas Sunitas e Curdos…..Certo é que desde sempre o equilíbrio foi precário e as religiões no Egipto e depois num fenómeno que se alastrou a países como a Argélia e Tunísia pôs África a ferro e fogo….O conflito da Síria e a intervenção Ocidental particularmente do EUA para retirar o Presidente foi o elevar a uma situação de caos o barril de pólvora em que já África vivia e que culmina agora com a entrada em cena do EI que se dizem financiados pela Arábia Saudita e que já tem quase a Síria e o Iraque em boa parte tomados..Os refugiados que em massa chegam às costas da Europa só fogem de todo este caos!!! Como se resolve??? Não tenho a mínima ideia o problema que existe é bem delicado…Deixam-se as pessoas morrer de forma desumana nas travessias ou deixamos a Europa ser invadida por milhares ou milhões de Africanos que fogem às guerras?? Não estou sequer a ver qualquer solução….




1 comentário:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

FALTA DIZER QUE FOGEM DO CONGO POR QUE ESTE DEU ERRADO E ESTE DEU ERRADO POR CAUSA DO ADN - É SÓ VER OUTRAS ZONAS ONDE O SANGUE DALI NEM É BASE GENOMICA MAS MESMO ASSIM ESTÃO FODIDOS PRA SEMPRE TIPO ZONA SANOID, EX-AMERICAS ETC ETC