quinta-feira, 23 de abril de 2015

Orações contra a crise


A recuperação da economia da Rússia parece não estar para breve, por isso todos os meios são bons para se resolverem os problemas do país: desde as orações pelas casas hipotecadas até ao combate ao fast food ocidental.
Os irmãos Mikhailkov, Andron e Nikita, ambos conhecidos realizadores russos de cinema, decidiram “expulsar” cadeias de fast foot ocidentais como a Mac'Donalds da Rússia criando um equivalente, mas de cozinha russa: “Comemos em Casa!”.
A esposa de Andron já detém uma cadeia de restaurantes de luxo em Moscovo.O projecto, que foi acompanhado de um pedido de apoio ao governo russo no valor de cerca de mil milhões de rublos (cerca de 20 milhões de euros), foi enviado ao Presidente russo em Março e recebeu o apoio imediato do Kremlin. Ele prevê a construção de uma fábrica de produtos alimentares nacionais, 41 cafés e lojas em Moscovo e em duas regiões dos arredores,
Há uns anos atrás, Iúri Lujkov, então presidente da Câmara de Moscovo, patrocinou a criação da rede “Russkoe Bistrô” com o objectivo de levar à falência a Mac'Donalds na capital russa, mas, não obstante as regalias fiscais e a autorização de venda de bebidas alcoólicas, ela rapidamente faliu, enquanto o número de cadeias de fast foot ocidentais continuou a aumentar por todo o país.
A propósito, Iúri Lujkov já veio propor os seus produtos para o novo projecto "patriótico".
A Igreja Ortodoxa Russa também não quer ficar atrás nas iniciativas patrióticas. O governo russo decidiu organizar um programa para substituir os produtos alimentares ocidentais, cuja importação foi proibida como resposta às sanções impostas à Rússia pela ocupação da Crimeia, por carne, fruta e legumes russos.
A fim de ajudar os camponeses, a Igreja Ortodoxa decidiu instituir orações pela produtividade agrícola.
“Esperamos que as orações ajudem os lavradores que querem trabalhar em paz”, anunciou o sacerdote Roman Bogdossarov, vice-dirigente do Patriarcado de Moscovo para a interação da Igreja Ortodoxa e da opinião pública, acrescentando que “o campesinato foi sempre toda a força da Santa Rússia”.
Outro sacerdote ortodoxo de Moscovo, Vselovod Chaplin, decidiu, desde Março, instituir uma oração para pedir a ajuda de Deus para “ajudar aqueles que têm dificuldade em pagar a hipoteca pela habitação”.
A crise atinge particularmente milhares de famílias que pediram aos bancos empréstimos em moeda estrangeira para comprar habitação própria. Com a forte desvalorização do rublo, ocorrida no início deste ano, muitos russos deixaram de poder pagar as prestações mensais.
Quando os russos em dificuldades não depositam esperança nos seus dirigentes, resta-lhes Deus.


Sem comentários: