sexta-feira, 29 de abril de 2016

A Bloca já propõe extermínio

Vítor Cunha

A proposta d@ Bloca de Esquerdo para que qualquer indivíduo com mais de 16 anos aceda a mudança de sexo sem avaliação psicológica ou psiquiátrica é fundamental para Portugal. Em primeiro lugar porque, retirando a possibilidade de doença da pessoa dita transsexual, permite que esta possa ser tratada como sendo só maluquinho por opção; em segundo lugar porque a castração/esterilização voluntária é uma forma bastante eficaz de assegurar a natural diminuição de malucos-não-oficiais por herança genética para a geração seguinte, isto no caso do Bloco ou Bloca estar errado ou errada sobre não ser uma patologia que deve ser avaliada por profissional.

É difícil falar destes assuntos sem rir. Não me refiro à transexualidade, que, vai-se a ver, até pode ser um assunto sério; refiro-me ao Bloco de Esquerda. É difícil falar do Bloco sem rir. Por outro lado, também é impossível falar do Bloco ou Bloca sem chorar, o que diz muito sobre o presente do país. Mas, Costa, amigo, já diziam os antigos: “diz-me com quem andas…”

Sem comentários: