terça-feira, 12 de abril de 2016

Crédito à habitação: Duas em cada três casas foram pagas em 2015 sem recurso à banca

A24: Desta ninguém estava à espera. Afinal, a maioria compra casas a pronto. inacreditável.

Via Idealista
Os portugueses estão a comprar cada vez mais casas a pronto pagamento. Dos 12,4 mil milhões de euros aplicados no ano passado na compra de habitação, só 4.000 milhões foram financiados pelos bancos (32%). Quer isto dizer que só uma em cada três casas compradas em 2015 teve financiamento bancário.

Segundo o Público, que se apoia em dados do INE, o investimento direto dos particulares na compra de duas em cada três casas transacionadas foi o grande impulsionador do mercado da habitação, que em valor cresceu 30%.
Os dados mostram que em 2009, quando começou a série estatística, ocrédito à habitação representava 65,7% do valor das transações, passando para 64,7% em 2010. A partir daí, a relação começa a cair e registou-se também uma descida significativa do valor global das transações, escreve a publicação.
A menor percentagem de crédito concedido verificou-se em 2014, com os bancos a emprestarem 24,4% do valor total das transações (9,5 mil milhões de euros). Em 2012 e em 2013 a percentagem rondou também os 25%, ou seja, só uma em cada quatro casas foi adquirida com empréstimo. Em valor, o mínimo de crédito concedido verificou-se em 2012, ficando abaixo dos 2.000 milhões de euros.
Entre 2014 e 2015, o crédito concedido saltou de 2,3 mil milhões para 4.000 milhões, um aumento de 73,4%, mas ainda muito longe dos mais de 10.000 milhões de euros emprestados cinco anos antes, em 2010. Também em valor total de transações, os 12,4 mil milhões de euros estão longe dos 15,6 mil milhões em 2010.

Sem comentários: