quinta-feira, 5 de maio de 2016

Kosovo admitido pela UEFA

VIsão de Mercado 
Veremos se esta decisão, que a UEFA classificou como "meramente desportiva", não levará a tumultos ou problemas políticos (o equilíbrio nos Balcãs é sempre ténue, e bem recentemente houve graves problemas num Sérvia-Albânia). Por outro lado, pode afectar selecções como a Suíça, que utiliza regularmente vários jogadores nascidos no Kosovo (como Xhaka, Berhami ou Shaqiri) e pode passar a ter "concorrência" quando esses jogadores tiverem que optar pelo país a representar. 



"A UEFA admitiu hoje o Kosovo como 55º membro do organismo máximo do futebol europeu, numa votação que decorreu no congresso que se está a realizar em Budapeste. A decisão foi bastante renhida, com 28 votos a favor, 24 contra e 2 abstenções. A República do Kosovo, antiga província sérvia, declarou independência em Fevereiro de 2008, após um conflito armado. Até este momento, o Kosovo tinha autorização da FIFA para disputar somente jogos internacionais particulares."

Sem comentários: