domingo, 5 de junho de 2016

Djokovic vence Roland Garros e está perto de ultrapassar Nadal

Visão de Mercado 
O sérvio já é pelo menos um dos 5 melhores de sempre agora a dúvida é perceber em que lugar vai figurar neste ranking, é que se continuar neste ritmo vai ultrapassar os 14 Grand Slams de Nadal e Sampras e mesmo os 17 de Federer parecem estar ao alcance. Ainda por cima consegue este domínio numa fase em que tinha pela frente 2 monstros como Rafa e Fed (e nem a questão da idade atenua, já que o "Djoker" domina o circuito desde 2011).


Desta foi de vez! Djokovic conseguiu o Gland Slam de carreira ao derrotar Andy Murray na final de Roland Garros, por 3-6; 6-1, 6-2 e 6-4. Depois de ter perdido na final do major francês em 2012, 2014 e 2015, o n.º 1 do Mundial juntou finalmente ao currículo o torneio que lhe faltava aumentando para 12 os Grand Slams que já conquistou (só Nadal, Sampras e Federer tem mais). E apesar deste "bater na barra" já ter ocorrido com Federer (acabou por vencer num ano em que não teve de defrontar Nadal) e principalmente com Sampras (que ficou em branco e alimentou esta barreira no torneio parisiense), com Djokovic, tal é o domínio que tem tido em terra batido, parecia claro que era apenas uma questão de tempo até se estrear.


Uma vitória em Roland Garros que até começou de maneira complicada, com o sérvio, apesar de ter quebrado o jogo de serviço logo a abrir, a perder 4 jogos consecutivos e o 1.º set (Murray deu continuidade ao que tinha feito frente a Wawrinka). Mas a partir do 2.º set a final deixou de ter história, Djokovic, apesar de ter tremido na hora de fechar o encontro, dominou a seu belo prazer e não deu hipóteses a um Murray, que até o tinha derrotado em Roma. Este foi também o 2.º Grand Slam consecutivo que Djokovic venceu frente a Murray, sendo que o sérvio fez a sequência ao conquistar os 4 últimos Grand Slams (só Wawrinka, que parecer ser o único com capacidade para contrariar o sérvio a este nível, impediu que limpasse tudo no último ano e meio).

Sem comentários: