quarta-feira, 15 de junho de 2016

Mas, afinal, o fascismo tem origem no marxismo?

Via O Século das Nuvens 
Bem, o melhor é mesmo dar a palavra a quem sabe: "... na grande corrente do Fascismo encontrareis os filões que partiram de Sorel, de Péguy, de Lagardelle, do Mouvement Socialiste e da coorte dos sindicalistas italianos que de 1904 a 1914 trouxeram uma nota de novidade ao meio socialista italiano (...).
O fascista ama o próximo também, mas esse próximo não é para ele um conceito indeterminado; o amor ao próximo não impede as necessárias severidades educadoras e ainda menos as diferenças e as distâncias. O Fascismo repele os abraços universais e, ainda que vivendo na comunhão dos povos civilizados, olha-os com atenção e desconfiança, observa-os nos seus estados de espírito e na transformação dos deus interesses e não se deixa enganar pelas aparências inconstantes e falsas.
Uma tal concepção de vida leva o Fascismo a ser a decisiva negação da doutrina fundamental do chamado socialismo científico ou marxismo: a doutrina do materialismo histórico".- Mussolini, Doutrina do Fascismo in Para a Compreensão do Fascismo (org. António José de Brito), Lisboa, Nova Arrancada, 1999.

4 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Não me leve a mal, mas essa conversa sobre "o fascismo tem origem no marxismo" já enjoa!

Há mais de duas ou três semanas que parece que se fala disso todos os dias...

A-24 disse...

E você também abordou a questão :)

João José Horta Nobre disse...

Eu sei, é mais um motivo que me levou a enjoar a temática. Dá-me a impressão que todos os dias há um blog diferente a tratar desse assunto numa espécie de repetição sem fim dos mesmos argumentos e lugares-comuns que nunca mais acabam...

A-24 disse...

Verdade. No meu caso é mais porque muitos dos meus posts são agendados, logo se desactualizam com facilidade com o passar dos dias.
Vá vendo que estando de férias neste momento, só agora comecei a ler e a difundir sobre o ataque terrorista de Orlando. E aconteceu sábado.