sábado, 25 de junho de 2016

Sai um Brexit e um Fish 'n' Chips, please...

Podem não ter lá muito jeito para a gastronomia, mas uma coisa é certa: os britânicos hoje deram uma lição aos mundialistas e venceram uma batalha que ultrapassa em termos deimportância, a própria Batalha de Waterloo. Vai ser possivelmente necessário passar anos ou até mesmo décadas até que se perceba o alcance do que aconteceu esta madrugada. Entretanto, há que não baixar a guarda e continuar de espada desembainhada, pois as elites mundialistas vão continuar a jogar sujo, porco e feio.

A partir de hoje, a Superclasse Mundialista vai iniciar uma guerra económico-financeira contra a Grã-Bretanha (a libra já está a cair a pique...), que terá como objectivo principal mostrar ao resto da Europa o que acontece a quem se atreve a "sair da linha" e desobedecerao politiburo de Bruxelas. A canalhice desta gente não tem fim e a nós só nos resta mesmo é resistir-lhe.

Foi um verdadeiro nojo o que eu vi e li nos media portugueses ao longo das últimas semanas. O nível da subserviência ao "sistema" e as análises atrás de análises feitas por "especialistas" encartados, a garantir que o Mundo iria acabar se o povo britânico votasse a favor do Brexit, atingiram mesmo o nível do ridículo. E esta gentalha ainda tem a lata de chamar a este lixo "jornalismo"? É isto que pretendem fazer passar por informação "livre e independente"?!? Ganhem mas é vergonha!
Os media nacionais não se cansaram de publicar peças de propaganda quase sempre com o objectivo de não só difamar os apoiantes do Brexit, mas também com a intenção de denegrir todos os patriotas. A forma como aproveitaram o infeliz assassinato da Jo Cox, foi disto um bom exemplo. Nojo, foi um autêntico nojo este comportamento da parte dos media e só revela ao serviço de quem é que os mesmos estão.

"Extrema-direita", "neonazis", "fascistas", "atrasados", "charlatães", "populistas", enfim, eu juro que perdi a conta ao número de adjectivos com que vi os media mainstream rotularem os apoiantes do Brexit. A isto podem também somar as chantagens e ameaças a nível diáriofeitas pelos lacaios do Mundialismo, de forma a tentarem quebrar a oposição aos seus intentos malignos.

No fim e por mais que as elites mundialistas e os seus lacaios tenham ladrado, o povo britânico felizmente percebeu de que lado é que se encontra o verdadeiro mal e tomou a opção certa, resta agora apenas saber é quando é que os portugueses vão ganhar juízo de uma vez por todas e seguir o exemplo...

João José Horta Nobre

1 comentário:

João José Horta Nobre disse...

Obrigado pela divulgação.

Abraço ;)