quarta-feira, 6 de julho de 2016

Farage demite-se da liderança do UKIP

A24: Se de Cameron não era de esperar outra coisa senão demitir-se, visto que foi um "defensor" da permanência britânica na UE, o afastamento de Boris Johnson da liderança dos tories e agora a demissão do grande vencedor deste referendo, Nigel Farage, fazem dar razão aos últimos títulos do "Independent". Que péssimo exemplo de políticos, tão semelhantes aos medíocres políticos mediterrânicos, tão prometedores nas campanhas e tão cobardes no momento de assumir as responsabilidades.



Sem comentários: