terça-feira, 2 de agosto de 2016

Saiba agora os motivos da morte de Muammar Gaddafi

A24: Lido por aí. Sei que nem tudo corresponde 100% à verdade, mas muitas destas medidas eram mesmo aplicadas na Líbia.

 

1. Não havia conta de luz na Líbia. A eletricidade era grátis para todos os cidadãos.

2. Não havia juros sobre empréstimos. Os bancos oficiais oferenciam subsídios iguais para todos. Era lei.

3. Ter uma casa era considerado direito humano.

4. Todos os recém-casados na Líbia recebiam US$ 50 mil, o bastante para a compra de seu primeiro apartamento. Era o presente do governo às novas famílias.

5. Educação e tratamentos médicos eram grátis na Líbia. Antes de Gaddafi chegar ao poder 25 por cento dos líbios eram alfabetizados. hoje o número é de 83 por cento.

6. Terras aráveis, uma casa rural, ferramentas, sementes e gado livre eram oferecidos a quem quisesse ser agricultor.

7. Se um líbio não encontrasse escolas ou instalações médicas de que necessitasse poderia buscá-las no estrangeiro com a ajuda de fundos do Estado, que oferecia, para isso US $ 2.300 por mês destinados a alojamento e transporte.

8. Se um líbio comprasse um carro, o governo subsidiava metade do valor.

9. A gasolina custava 12 centavos de dólar (cerca de R$0,40) o litro.

10. Se um líbio terminasse a graduação universitária e não achasse colocação, o estado pagava o salário médio de sua profissão em que ele encontrasse emprego tecnicamente adequado.

11. A Líbia não tinha dívida externa e as reservas, que totalizavam |US$ 150 bi, foram dividas pelas potências de ocupação entre si.

12. Uma parcela da venda de petróleo da Líbia era creditada diretamente nas contas de todos os cidadãos da Líbia.

13 Mães que davam à luz uma criança ganhavam US $ 5.000.

14. Um quarto dos líbios têm um diploma universitário.

15. O Grande Rio Artificial para abastecimento das lavouras e cidades líbias é o maior projeto de encanamento da água potável do mundo.

2 comentários:

Marcos Goncalves disse...

Humm parece uma ideologia socialista, virada para o Estado em vez de virada para o Individuo! Ainda bem que aquilo por lá funcionava às mil maravilhas e não entrou em declinio!!

A-24 disse...

Sem dúvida que era uma ditadura, mas quando verificamos em que situação o país ficou quando virou para a "democracia", é caso para pensar que existem democracias piores que ditaduras.