terça-feira, 20 de setembro de 2016

Na Rússia, nada de novo e ainda bem...

A24: Eleições legislativas na Rússia. Quem ouviu falar delas na comunicação social lusita? Pois, como não há um Tsipras ou um Iglésias por lá, não há interesse, não há cobertura nem debate, mas ainda bem, os cães ladram e a caravana de Putin segue em frente, com Dmitry Medveded novamente ao comando do parlamento. 
Para a Europa é o melhor que poderia acontecer, só é pena que nem assim os europeus ganhem juízo. Trocaram os grandes líderes por um grupelho de bandalhos, demagogos e "tecnocratas" que se sucedem uns aos outros e cujo objectivo principal é sacar dinheiro e influência para mais tarde "voarem" para grandes empresas (vejam o Durão Barroso ou o David Cameron por exemplo) enquanto o povo empobrece, é invadido todos os dias e é obrigado a assistir à desfiguração do seu modo de vida e da sociedade em que cresceu, a troco de migalhas. 



Sem comentários: