sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Dos senhorios espoliados

Maria João Marques 
Não resisto a escrever uma pequena nota sobre as indecorosas inovações da geringonça à lei das rendas. Depois de tirarem o ganha-pão aos senhorios impedindo-os de atualizarem as rendas (anteriores a 1990 e ainda hoje de valores risíveis) por mais cinco anos, o PS quer agora dar subsídios aos senhorios pobres. Ah tão generosos e magnânimos que são. Façamos reverências aos portadores de tamanha bondade. Em suma: esmifram a possibilidade dos senhorios adquirirem rendimentos por si próprios, de forma legítima, através do arrendamento da sua propriedade com rendas minimamente decentes; aumentam o IMI sobre as suas casas (é só estarem virados a sul ou terem uma vista catita); no fim, dão-lhes umas esmolas, esperando que fiquem submissos e penhoradamente agradecidos, preferencialmente de lágrima comovida no olho (e mão no boletim de voto) perante tal prodigalidade do PS. A solução evidente de deixar o mercado funcionar e subsidiar os inquilinos que comprovadamente não tenham meios para pagar as rendas não lhes ocorre: é demasiado simples e justa. Preferem passar com um bulldozer por cima da liberdade e da iniciativa dos proprietários, esbulhá-los com impostos e, a seguir, torná-los dependentes das esmolas do estado. Bom, é uma descrição aprimorada do socialismo. Só faltou António Costa anunciar tudo isto na TV com um fato de treino à Maduro.

Sem comentários: