sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Um novo atentado a mesma lenga-lenga

Via Lura do Grilo 
O atentado na Universidade de Ohio teve a reacção costumeira da malta negacionista. O rapazinho, auxiliado por organizações cristãs que cuidaram da sua integração, atirou o carro para cima dos colegas estudantes e saiu com uma faca de talhante para acabar com os restantes e cumprir os mandamentos do profeta louco.

Enquanto se espera ainda que os muçulmanos venham lamentar o ataque a comunicação social encheu-se de receios por causa da islamofobia, de possíveis represálias e uma das dhimis da CNN até colocou um véu.


Estado de saúde das vítimas? Ninguém falou! Que mesquita frequentava o talhante ninguém soube! Que regalias tinha o refugiado para estudar numa Universidade, que são caras nos EUA e muitos americanos não as podem pagar, ninguém procurou saber!

Os da Califórnia, ajudados por vizinhos a levarem a vida, ficaram aborrecidos por ver decorações de Natal e mataram quem os tinha ajudado.

Eles odeiam as mulheres, o que elas vestem e como se vestem, eles odeiam o álcool, eles odeiam o porco, eles odeiam os cães, eles odeiam os cristãos, os judeus, os muçulmanos, os hindús, eles odeiam a democracia, eles odeiam as esplanadas, eles odeiam os espectáculos, a música, os museus ... eles odeiam tudo e tudo querem dominar.

Eles odeiam-nos .... ponto final. Eles anseiam repetir na Europa a guerra de conquista e de domínio que sempre levaram a cabo durante mais de 1300 anos. Será mais fácil que qualquer outra conquista... a democracia, a tolerância induzida, o povo domesticado pela comunicação social, as garantias, os infiltrados e os traidores entre nós tornarão a tarefa mais rápida e mais eficaz que alguma vez foi. Farão o que fizeram ao Líbano depois da Jordânia os expulsar: dominaram o país em 3 décadas.

Seremos exterminados sem apelo nem agravo se não reagirmos. Isto não é islamofobia é instinto de sobrevivência.

Sem comentários: