segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

"De mãos dadas com o Estado Islâmico"

Lura do Grilo
Todos dão a Turquia como vítima do Estado Islâmico. Tal não é o caso: a Turquia tem sido um grande apoiante do ISIS. É ponto de passagem de armas, de combatentes e grande comprador de combustíveis aos "pacifistas" do Daesh.

Atentados? Sim atentados mas sempre tendo com alvo estrangeiros e residentes mais secularistas como aqueles que frequentavam a discoteca atingida. É precisamente um acto que ajuda Erdogan: submeter pelo medo e pela intimidação todos os apoiantes de uma solução secularista para a Turquia. Depois cada atentado é um cheque em branco para flagelar os Curdos.
Ao contrário de um falso povo "palestiniano" inventado no tempo da guerra fria no Bloco de Leste com a ajuda dos países árabes que detestam mais os "palestinianos" que qualquer outra entidade por ali ao redor, os curdos merecem, eles sim, uma Pátria própria. Contudo o bando da UN não está preparado para lidar com a realidade: está para servir as petro-ditaduras e estados mais totalitários do planeta.

3 comentários:

Bilder disse...

A propósito de Turquia,ontem vi/ouvi a última das entrevistas(de uma série com o titulo "o caminho faz-se caminhando)passadas na rtp3 desde a semana passada,na qual o sr Soares disse (e depois de dizer na mesma entrevista gravada em 2008) que a UE se estava a precipitar ao crescer para leste)que a UE devia aceitar a Turquia pois a Europa não era cristã ou religiosa mas laica.Basta-nos olhar para França(país onde o sr Soares encheu a cabeça de marxismo e maçonaria)desde então,para não falar dos últimos dois anos,para perceber onde nos trouxe tal disparate(entre outros) soarista/socialista.

Bilder disse...

Quanto à O-nu já nem comento,proponho meus posts sobre essa coisa chamada o-nu no meu blog "nova desordem mundial".

A-24 disse...

Sabe, a melhor maneira de acabar com esta hipotética adesão turca à UE, é acabar com a própria União Europeia, aliás eu julgo que esta organização acabará bem antes desse país ter possibilidades reais de entrar.