quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

O que os vídeos e as notícias não explicam

A-24: Anda por aí a circular um vídeo do Expresso que mostra apenas uma parte da falência populacional do país e não explica o que está por trás desses dados. Se é verdade que o país perdeu 400 mil pessoas para a emigração (imagem 1), é natural que não haja saldo natural que compense essa fuga. Solução? Basta que grande parte desses que partiram voltem para se repor a verdade nesta questão, mas paraisso o país terá que fazer muito mais do que anda a fazer.Relativamente à segunda imagem é dito que 60 mil estrangeiros abandonaram Portugal nos últimos anos e que são cada vez menos no país. O que foi "esquecido" nesta parte do vídeo foi dizer que todos os anos mais de 10 mil estrangeiros obtêm a nacionalidade portuguesa, o que faz com que o seu número se reduza de ano para ano. São os tais "novos portugueses", fora as outras pressões para que sejam legalizados ainda mais. Não ficava mal que o jornalolista explicasse esta parte da decadência populacional e também dos estrangeiros residentes em Portugal, mas como isso iria fazer desviar a mensagem para o "politicamente incorrecto" ele preferiu se manter mansinho e dizer o que todos dizem.









3 comentários:

Bilder disse...

Somando a isso a desertificação do interior(há duas/três noites a rtp montou mais 1 programa sobre isso,digo mais um porque o diagnóstico tem vários anos e as medidas nunca são capazes,e não serão nunca com estes governos liberal-socialistas e afins).Não sei se conhece o estudo(mencionado nesse programa da rtp)das NU que diz que dentro de décadas,dentro das condições actuais,a população tuga vai passar a 6 milhões??(aposto que a ideia de quem nos desgoverna é encher o país de gente de fora em vez de apoiar o crescimento demográfico tuga).

CENSURADO AGAIN disse...

PORTUGAL TEM UM PROBLEMA GRAVE TEM UMA RAÇA QUE DA ERRADO POS ULTRAMAR VIA GENS ALOGENOS KEMP JA DIZIA E MESMO SE DESSE CERTO SÓ IA ATRAIR OS DE SEMPRE E IA ACABAR NO MESMO LIXO

A-24 disse...

Soube disso. Eu acho esse cenário improvável, até porque existem sempre emigrantes que voltam, mas parece-me uma cabala para que portugal aceite tudo e alguma coisa, como se a malta que imigra para portugal tenha algum interesse em ser ela a pagar as reformas de uma população envelhecida num país de crescimento nulo. Acho que Portugal só terá solução com o seu povo mas para um revés absoluto é preciso que primeiro a Europa mude. Portugal anda sempre a reboque dos outros.