segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Para aqui os "refugiados" e outros "migrantes" não viram as suas bússolas





"Muitos bielorrussos estão descontentes com a chamada “lei anti-esponja” que obriga os cidadãos a pagar o equivalente a 250 dólares de imposto anual se trabalharem menos de metade do ano e não se registarem nas bolsas de emprego do país.
O imposto, que atinge 47 mil pessoas, devia ser pago até 20 de fevereiro mas apenas 10% dos contribuintes alvo efectuou o pagamento."

Sem comentários: