sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Sondagens na Hungria e a diferença com Portugal

A-24: Muita gente costuma dizer que não existe direita em Portugal (e também em Espanha) devido ao passado fascista de ambos. O CDS é uma direita envergonhada e pró-europeista e o PSD é um partido de centro-esquerda, logo a direita em Portugal não atinge sequer os 8%. Já na Hungria e pegando no mesmo raciocínio, nota-se que a ditadura comunista trouxe os efeitos exactamente contrários ao dos países ibéricos. O Fidesz de Victor Orban, apesar de sentar na bancada do PPE europeu, é um verdadeiro partido de direita, basta os caros leitores verificarem algumas das notícias que publico com regularidade. E na segunda posição vem logo o Jobbik com 19% dos votos, a tal extrema-direita húngara. Estamos todos na mesma UE e será curioso tentar perceber como é que dois países com as mesmas dimensões geográficas e a mesma população podem diferir tanto a nível de posicionamento político. 

Via Hungary Today


Sem comentários: