segunda-feira, 27 de março de 2017

Mapas reconfigurados em escolas de Boston



EUA e Europa encolhem (e não é pouco) no novo mapa mundo de referência nas escolas de Boston.

«Toda a América do Norte e também a Europa deixam de sobressair no planisfério, como acontecia até agora, para se destacarem o continente africano e o hemisfério sul. Até parece que estes ficaram maiores, mas é apenas uma mudança de paradigma no sistema de ensino, para uma representação plana da Terra mais aproximada da real dimensão dos países e continentes - muito diferente da que está mais enraizada, há quase 500 anos, no mundo ocidental. (…)

A Rússia ocupa o equivalente a metade do território de África e não o dobro, por exemplo, ao contrário do que sugere o mapa mundo mais popular.»


3 comentários:

Bilder disse...

Até é bom que as crianças vejam como é pequeno o continente europeu comparado com aqueles de onde mandam gente aos milhões.Não sei se me faço entender?

Bilder disse...

Ja viram este post do amigo de Israel? http://amigodeisrael.blogspot.pt/2017/03/bbc-brasil-terrorista-de-londres-pode.html

Bilder disse...

check https://geopolitics.co/2017/03/29/are-there-any-significant-changes-in-the-united-states-under-trump/ o autor deste post questiona se há mudanças significantes(para além da diferente política de imigração e da retórica/luta com os média) nestes dois meses de Trump.